DECISÃO PELO BRASIL

Pelo Campeonato Carioca, o Flamengo conseguiu vencer o Botafogo por 2 a 1, e irá enfrentar o Fluminense nas finais.

O rubro-negro jogava pelo empate, mas aumentou a vantagem.

Com dois gols de Guerrero.

No primeiro, o atacante do Flamengo ganhou no alto desviou de cabeça, e encontrou Everton que fez o cruzamento o jogador do Botafogo Victor Luís cortou errado.

A bola sobrou em Guerrero que pegou de primeira para marcar.

O goleiro Gatito Fernández ainda tocou nela.

Flamengo 1 a 0, aos 4 minutos do segundo tempo.

Everton chutou de dentro da área e a bola bateu no braço de Fernandes.

O árbitro marcou pênalti.

Aos 20 minutos do segundo tempo, Guerrero cobrou no meio do gol e o goleiro Gatito Fernándes pulou para o direito.

Flamengo 2 a 0.

Sassá foi derrubado por Réver na área.

Pênalti em favor do Botafogo.

Aos 42 minutos do segundo tempo, Sassá cobrou o pênalti deslocando o goleiro Alex Muralha.

Descontando para o Botafogo.

Guerrero chegou ao seu novo gol neste Campeonato Carioca e empatou com Adriano, do Nova Iguaçu, que não atua mais pela competição.

O camisa 9 tem outro concorrente: Richarlison, do Fluminense, tem os mesmos oito gols.

Ambos vão se enfrentar na final.

Fla e Flu decidiram o título da Taça Guanabara nesta edição, com vitória tricolor nos pênaltis.

Vão disputar a taça do estadual nos dias 30 de abril e 7 de maio.

A última vez em que um jogo entre eles decidiu o campeonato foi em 1995, partida do famoso gol de barrida de Renato Gaúcho e taça no armário do time das Laranjeiras.

Porém, a fórmula do campeonato da época previa um octogonal na fase final.

A última final entre os dois foi em 1991, com vitória do Flamengo.

Final, Flamengo-RJ classificado 2 Botafogo-RJ eliminado 1.

No Campeonato Paulista, o Corinthians empatou com o São Paulo e agora enfrenta a Ponte Preta que eliminou o Palmeiras.

Com a vantagem de ter vencido por 2 a 0, no Morumbi, o Timão jogava até por uma derrota por um gol de diferença.

Aos 46 minutos do primeiro tempo, cobrança de falta a defesa do São Paulo não afastou, e Jô completou na saída do goleiro Rena Ribeiro.

Corinthians 1 a 0.

E aos 38 minutos do segundo tempo, lançamento de Thiago Mendes, a defesa do Corinthians vacilou.

Lucas Pratto não desistiu da jogada invadiu a área e chutou na saída do goleiro Cássio.

O São Paulo chegou ao empate.

Na final do Campeonato Paulista, o Corinthians vai encarar a Ponte Preta nos dois próximos domingos, dias 30 de abril e 7 de maio, às 16 horas.

O primeiro jogo é mando do time de Campinas e o segundo do time da capital.

Há quatro décadas, em 1977, as duas equipes fizeram uma decisão épica de estadual, que acabou com fila de 23 anos do Timão sem títulos.

Final, Corinthians-SP classificado 1 São Paulo-SP eliminado 1.

Pelo Campeonato Mineiro, o Atlético-MG deslanchou na segunda etapa e chegou a sua final pela décima primeira vez.

O primeiro gol foi marcado por Rafael Moura, o He-man, aos 35 minutos do primeiro tempo, depois do cruzamento de Marcos Rocha.

Atlético 1 a 0.

Marlone sofreu pênalti de Alan Dias.

Robinho cobrou o pênalti no meio do gol.

Sem chances para o goleiro Juninho.

Atlético 2 a 0, aos 12 minutos do segundo tempo.

Marcos Rocha tocou em Otero que chutou cruzado para marcar o terceiro, aos 45 minutos do segundo tempo.

A volta de Vitor não poderia ser mais tranquilo.

Uma saída do gol para cortar lançamento ali.

Uma defesa tranquila aqui.

E a comemoração da torcida a cada toque do goleiro na bola após quatro meses, com uma lesão no ombro.

Final, Atlético-MG classificado 3 URT-MG eliminado 0.

No Mineirão, o Cruzeiro venceu o América-MG por 2 a 0 com dois gols do meia Arrascaeta e irá enfrentar o Atlético-MG na final, nos próximos dois domingos (30 de abril e 7 de maio).

Os gols foram marcados em cada tempo.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, Diego Barbosa cruzou e Arrascaeta pegou de primeira no canto do goleiro João Ricardo.

Cruzeiro 1 a 0.

E aos 46 minutos do segundo tempo, Hudson fez a jogada pelo lado esquerdo passou pela marcação e rolou na medida para Arrascaeta completar para o gol.

Cruzeiro 2 a 0.

O time de Mano Menezes terá uma semana para trabalhar, enquanto o Atlético-MG tem compromisso nesta quarta-feira (26) contra o Libertad no Estádio Independência, às 19h30, pela quarta rodada do Grupo 6 da Taça Libertadores da América.

Final, Cruzeiro-MG classificado 2 América-MG eliminado 0.

No Estádio Centenário, o Internacional foi derrotado no tempo normal, mas venceu nos pênaltis por 5 a 3.

O destaque foi os goleiros Marcelo Lomba e o que entrou em seu lugar Keiller.

Lomba que tinha sido destaque na semana contra o Corinthians.

No jogo contra o Caxias, Marcelo Lomba saiu contundido.

Aos 25 minutos do primeiro tempo, Júlio César de cabeça depois do cruzamento de Wagner marcou.

Caxias 1 a 0.

No segundo tempo, o Caxias poderia ter ampliado em uma cobrança de pênalti.

Gilmar cobrou e o goleiro Keiller fez a defesa.

E a decisão da vaga foi para os pênaltis.

Nas cobranças de pênalti, o Internacional marcou com D’Alessandro, Cuesta, Valdívia, Nico López e Diego.

O Caxias marcou com Jajá, Reis e Júlio César.

Marlon cobrou e o goleiro Keiller fez a defesa.

Final, Caxias-RS eliminado 1 (3) Internacional-RS classificado 0 (5).

No Estádio do Vale, depois de um primeiro tempo de muita pressão das duas equipes.

Grêmio e Novo Hamburgo tiveram oportunidades claras de marcar.

No segundo tempo, na primeira falha da defesa do Novo Hamburgo, Lucas Barrios chutou de fora da área no contrapé do goleiro Matheus.

Grêmio 1 a 0.

O Novo Hamburgo chegou ao empate, aos 28 minutos do segundo tempo.

Preto cobrou o escanteio do lado direito, e Júlio Santos subiu sozinho para marcar de cabeça.

Torcedor do Noia caiu do alambrado na comemoração do gol e recebe atendimento médico.

O Grêmio teve duas oportunidades com Lucas Barrios que o goleiro Matheus fez a defesa.

E com o zagueiro Geromel que cabeceou para outro defesa de Matheus.

A decisão da vaga ficou para os pênaltis.

Para o Novo Hamburgo marcaram João Paulo, Léo, Pablo, Júlio Santos, Juninho Silva, Renan Ribeiro e Amaral.

Preto lutou na trave e Assis cobrou e o goleiro Marcelo Grohe defendeu.

O Grêmio marcou com Maicon, Lucas Barrios, Luan, Marcelo Oliveira, Ramiro e Artur.

Lincoln chutou para fora.

Pedro Rocha bateu e o goleiro Matheus fez a defesa.

E Kannnemann cobrou e mais uma vez o goleiro Matheus fez a defesa.

Despois de 65 anos o Novo Hamburgo volta a uma final de Campeonato Gaúcho contra o Internacional.

É a sexta final do Noia que busca seu primeiro título.

Final, Novo Hamburgo-RS classificado 1 (7) Grêmio-RS eliminado 1 (6).

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *