DECISÃO PARA A ÚLTIMA RODADA

A décima sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, teve três empates por 0 a 0.

Continua o drama da Argentina que não vence a quatro jogos.

Vitórias do Paraguai e Chile sobre Colômbia e Equador, respectivamente.

Definição das vagas diretas para a repescagem para a última rodada na próxima terça-feira (10).

O primeiro duelo aconteceu em La Paz.

Bolívia e Brasil ficaram no empate por 0 a 0.

O Brasil teve inúmeras chances com Neymar, Paulinho que acertou a trave, Casemiro e Gabriel Jesus.

O grande destaque foi o goleiro Lumpe que fez pelo menos quatro defesas importantes na partida.

O Brasil segue sem vencer a Bolívia desde 1981 pelas Eliminatórias Sul-Americana na capital boliviana.

O segundo empate sem gols foi em San Cristóbal, na Venezuela.

Venezuela e Uruguai não saíram do zero.

Mesmo com boas investidas de Cavani e Suárez, o Uruguai não conseguiu vencer a defesa do time da casa.

E a vaga ficou para Montevidéu.

O terceiro empate sem gols, aconteceu em La Bombonera, na Argentina.

Os argentinos empataram mais uma vez jogando em casa, agora contra o Peru.

Messi até tentou, colocou os companheiros na cara do gol.

Benedetto teve chances de cabeça, cara a cara com o goleiro Gallese que levou a melhor.

E nada de gol.

Até bola na trave Messi colocou.

O Peru conseguia assustar nos contra-ataques.

E no último lance Guerrero acertou uma linda cobrança de falta que o goleiro Sergio Romero espalmou, e a partida terminou.

Neste momento a Argentina é sexta colocada e estaria fora do Mundial.

Que pode ser o último de Messi na sua forma física plena.

Precisa vencer o Equador para pelo menos ir a disputa da repescagem.

Mas, teve gols em duas outras partidas.

No Estádio Metropolitano Barranquilla, a Colômbia vencia até aos 43 minutos do segundo tempo, garantiria até aquele momento vaga na Copa, mas sofreu a virada em 3 minutos para os paraguaios.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Chará fez um belo lançamento para Falcao Garcia que invadiu a área e tocou na saída do goleiro Antony Silva.

Colômbia 1 a 0.

Aos 43 minutos do segundo tempo, o goleiro Antony Silva cobrou a falta do campo de defesa para a área.

O goleiro Ospina falhou na defesa e a bola ficou com Sanabria que chutou forte.

A bola explodiu na defesa e sobrou em Óscar Cardozo completou para o gol.

Empate paraguaio.

Aos 46 minutos do segundo tempo, Derlis González em velocidade foi até a entrada da área pelo lado direito e cruzou rateiro.

O goleiro Ospina mais uma vez falhou na defesa e a bola sobrou para Sanabria virar o jogo.

Final, Colômbia 1 Paraguai 2.

No Estádio Monumental, em Santiago, o Chile venceu em casa o Equador entrou no grupo que classifica para a Copa e depende apenas de si para ir ao Mundial, mais uma vez.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, Alexis Sánchez roubou a bola no campo de ataque, e rolou para Valdívia marcar.

Chile 1 a 0.

Aos 38 minutos do segundo tempo, em uma das poucas chances do Equador, Ordoñez empatou.

E o gol da vitória saiu, aos 40 minutos do segundo tempo, Vidal brigou pela bola com a defesa equatoriana, tocou em Felipe Gutiérrez que chutou forte o goleiro Banguera fez a defesa parcial e a bola sobrou em Alexis Sánchez marcar.

Chile venceu por 2 a 1.

Jogos da última rodada, na próxima terça-feira (10), com todas as cincos partidas as 20h30 (horário de Brasília).

Paraguai X Venezuela – Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção.

Brasil X Chile – Arena Palmeiras, em São Paulo.

Equador X Argentina – Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

Peru X Colômbia – Nacional do Peru, em Lima.

Uruguai X Bolívia – Estádio Centenário, em Montevidéu.

Classificação após dezessete rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas:

1 – Brasil: 38 pontos (Classificado para a Copa do Mundo de 2018)

2 – Uruguai: 28 pontos

3 – Chile: 26 pontos (8 vitórias)

4 – Colômbia: 26 pontos (7 vitórias)

5 – Peru: 25 pontos (7 vitórias)

6 – Argentina: 25 pontos (6 vitórias)

7 – Paraguai: 24 pontos

8 – Equador: 20 pontos

9 – Bolívia: 14 pontos

10 – Venezuela: 9 pontos

Lembrando que as quatro primeiras colocadas garantem vaga direta para o Mundial da Rússia em 2018.

A quinta colocada disputa uma repescagem no mês de novembro contra a Nova Zelândia, em partidas de ida e volta.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *