CORINTHIANS SUPEROU MAIS UM ADVERSÁRIO

Dois empates abriram a décima oitava rodada da Série A nesta quarta-feira (2).

Em Recife, o Fluminense chegou a abrir 2 a 0, mas o Sport reagiu e empatou o duelo em 2 a 2.

Com o empate, o Leão chegou a 28 pontos.

Já o Tricolor carioca soma 22.

No outro confronto iniciado às 19h30, Chapecoense e Bahia ficaram no 1 a 1 em Chapecó.

Unidas e solidárias à dor de Abel Braga, tricolores e rubro-negras aplaudiram e gritaram o nome do treinador antes da bola rolar na Ilha do Retiro.

Após a bela homenagem, Sport e Fluminense protagonizaram um duelo eletrizante.

Logo com oito minutos de jogo, Gustavo Scarpa acertou uma bomba de fora da área, marcou um golaço e colocou os visitantes na frente.

Aproveitando o bom momento, o Tricolor ampliou aos 12 minutos do primeiro tempo com Renato Chaves de cabeça.

Aos 20 minutos do primeiro tempo, após cabeceio de Henrique, o travessão impediu o terceiro dos cariocas.

O Leão assimilou o duro golpe e reagiu nas bolas aéreas.

Aos 31 minutos do primeiro tempo, André aproveitou cruzamento de Lenis e descontou.

Na volta do intervalo, Patrick fez grande jogada individual e empatou o confronto aos três minutos do segundo tempo.

Com a expulsão de Orejuela, o Sport foi para cima, pressionou, mas o Tricolor segurou o empate até o fim, 2 a 2.

Na Arena Condá, as bolas áreas também fizeram a diferença.

Com um gol de cabeça para cada lado, Chapecoense e Bahia terminaram empatadas em 1 a 1.

Os gols da partida foram marcados ainda no primeiro tempo.

Aos 19 minutos do primeiro tempo, Túlio de Melo recebeu de Arthur e se antecipou ao goleiro Jean para abrir o marcador para a Chape, 1 a 0.

Aos 38 minutos do primeiro tempo, o Tricolor baiano respondeu na mesma moeda e balançou as redes com o atacante Rodrigão.

Com a igualdade, a equipe catarinense chega a 22 pontos e os baianos têm 20.

O líder Corinthians segue imbatível no Brasileirão 2017.

Nesta quarta-feira (2), a vítima da vez foi o Atlético-MG.

Em Belo Horizonte, o Timão superou o Galo por 2 a 0 e alcançou a décima segunda vitória em 18 rodadas disputadas.

No outro duelo iniciado às 21 horas, o Vitória levou a melhor para cima da Ponte Preta.

Em Salvador, o Leão venceu a Macaca por 3 a 1 e acabou com o jejum de cinco jogos.

Com o triunfo, o time baiano chegou a 16 pontos e renovou as forças na luta contra o rebaixamento.

Com um gol em cada tempo, o líder Corinthians bateu o Atlético-MG no Mineirão.

Empurrado pela torcida que compareceu em peso, o Galo buscou pressionar e tomar a iniciativa da partida.

Bem postado na defesa, o Timão segurou as investidas mineiras e abriu o placar com Jô.

Aos 31 minutos do primeiro tempo, o artilheiro do Brasileirão mostrou oportunismo, pegou a sobra dentro da área e empurrou para o fundo das redes, 1 a 0.

Foi o décimo primeiro gol do atacante na competição.

No segundo tempo, o time paulista matou a partida em contra-ataque aos 36 minutos.

Rodriguinho deixou o dele e fechou o placar, 2 a 0.

Com um início arrasador, o Vitória se impôs e não deu chances à Ponte Preta no Manoel Barradas.

Logo no primeiro minuto, Tréllez aproveitou escanteio cobrado por Neílton e, de cabeça, abriu o placar.

Após a assistência no primeiro gol, foi a vez do atacante deixar o dele aos 12 minutos do primeiro tempo e ampliar para o rubro-negro baiano.

Ainda na primeira etapa, o Tréllez repetiu a dose aos 35 minutos e encaminhou a vitória.

Na etapa final, a Macaca descontou com Elton aos três minutos, mas não emplacou um reação capaz de evitar a derrota.

Fim de jogo: 3 a 1.

O G-4 do Brasileirão segue inalterado após os jogos desta quarta-feira (2).

Assim como o Corinthians, Grêmio, Santos e Palmeiras venceram na décima oitava rodada, e continuam a perseguição ao líder (44).

Na vice-liderança com 36 pontos, o Tricolor gaúcho bateu o Atlético-GO por 1 a 0 em Goiânia.

Na terceira posição com 34, o Santos levou a melhor no confronto direto com o Flamengo e venceu por 3 a 2 em São Paulo.

Na quarta posição com 32 pontos, o Palmeiras superou o Botafogo por 2 a 1 no Rio de Janeiro.

No Estádio Olímpico Pedro Ludovico, o Grêmio conquistou um vitória suada para cima do Atlético-GO.

O único gol da partida foi marcado na reta final.

Aos 37 minutos do segundo tempo, Michel, destaque do Dragão na Série B de 2016, marcou contra o seu ex-clube e garantiu o triunfo gaúcho.

O volante recebeu de Lincoln e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Com a derrota, o time goiano segue na lanterna da competição com 12 pontos.

Com cinco gols na etapa final, Santos e Flamengo protagonizaram um duelo eletrizante no Pacaembu.

Aos 8 minutos do segundo tempo, Bruno Henrique abriu o placar para o Peixe.

Dois minutos depois, aos 10 minutos do segundo tempo, o Flamengo respondeu com um golaço de Everton Ribeiro.

De fora da área, o atacante acertou o ângulo e deixou tudo igual, 1 a 1.

Aos 21 minutos do segundo tempo, Felipe Vizeu recebeu de Arão e tocou na saída de Vanderlei para virar a partida, 2 a 1.

Com a vantagem númerica após a expulsão de Rodinei, o Santos foi para cima e alcançou a virada.

Aos 39 minutos do segundo tempo, Alison também acertou o ângulo e empatou, 2 a 2.

Aos 43 minutos do segundo tempo, Ricardo Oliveira marcou de cabeça e decretou a vitória santista, 3 a 2.

No Nilton Santos, o Pameiras contou com gol contra de Igor Rabelo para ir ao intervalo com a vitória parcial.

Aos 45 minutos minutos do primeiro tempo, o zagueiro alvinegro tentou cortar o cruzamento e mandou contra a própria meta, 1 a 0.

Na etapa final, o Botafogo reagiu e deixou tudo igual aos 8 minutos do segundo tempo.

Rodrigo Pimpão pegou o rebote de Jailson e fez 1 a 1.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Deyverson decidiu a favor do Verdão e garantiu o triunfo paulista por 2 a 1.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *