CORINTHIANS EMPATA E CHAPE PERDE

O Corinthians não perde desde o dia 19 de março, data da derrota por 1 a 0 para a Ferroviária, em Araraquara, pelo Campeonato Paulista.

São 24 partidas sem ser batido.

Neste período de invencibilidade, o Timão conquistou o estadual e disparou na liderança do Brasileirão, com 26 pontos enfrenta o Botafogo, domingo (2), às 16 horas, na arena, pela décima primeira rodada.

Em ritmo lento, o Corinthians não fez questão de atacar no primeiro tempo.

Como de costume nas partidas fora de casa, o Timão entregou a bola ao adversário e esperou.

Sem muita qualidade técnica, o Patriotas em nenhum momento exerceu uma forte pressão, mas chegou ao gol aos 30 minutos do primeiro tempo.

Maurício Gómez recebeu cruzamento pela esquerda e chutou cruzado. A bola ainda desviou em Fagner antes de entrar.

No fim, Kazim teve chance a chance de empate e desperdiçou.

Carille optou por não mexer na equipe no intervalo, e a atuação seguiu a mesma no segundo tempo.

O Corinthians errou muitos passes e praticamente não levou perigo.

Robayo acertou a trave em cabeceio na área.

Apenas Fagner assustou ao cobrar falta que Villete espalmou.

Cássio ainda fez duas ótimas defesas e evitou uma derrota que diminuiria as chances de classificação em São Paulo.

Mas o que parecia impossível aconteceu.

Aos 46 minutos do segundo tempo, Balbuena apareceu livre na área, desviou de cabeça e salvou o Timão da derrota.

O clichê chega a ser irritante, mas o tal do “água mole em pedra dura…”

castigou a Chapecoense no início da luta pelo bicampeonato da Copa Sul-Americana.

Com um a menos durante quase todo segundo tempo, depois da expulsão de Girotto, o Verdão até conseguia espantar os problemas defensivos e segurar o 0 a 0 contra o Defensa y Justicia na noite desta quarta-feira (28), pela segunda fase, na Grande Buenos Aires.

Conseguia até os 49 minutos do segundo tempo, quando Stefanelli voou para fazer 1 a 0, decretar a quarta derrota consecutiva dos brasileiros e colocar os argentinos em vantagem.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *