Corinthians e Londrina vencem fora de casa

Corinthians vence Ceará fora de casa e dá passo por vaga na quarta fase.

Em atuação mais eficiente do ano, Timão deslancha no segundo tempo, bate rival por dois gols de diferença e fica perto de avançar na Copa do Brasil.

O Corinthians abriu vantagem considerável na busca por uma vaga na quarta fase da Copa do Brasil.

Com boa atuação principalmente no segundo tempo, o Timão fez 3 a 1 no Ceará, nesta quarta-feira (13), na Arena Castelão, e se colocou em situação confortável para avançar na competição.

Júnior Urso, Vagner Love e Jadson marcaram para o Corinthians, enquanto Juninho, de pênalti, fez o gol do Ceará.

O Corinthians pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta da terceira fase, dia 3 de abril, às 21h30 (horário de Brasília), em Itaquera, para se classificar.

O Ceará precisa vencer por três ou mais gols de vantagem para avançar.

Vitória cearense por dois gols leva a decisão para os pênaltis, gols marcados fora de casa não são mais critério de desempate.

Votação dos torcedores no GloboEsporte.com colocou Vagner Love como o melhor da partida em Fortaleza.

O atacante, rapidamente adaptado ao Corinthians, fez o segundo gol do Timão no jogo.

A tempestade que caiu em Fortaleza no início da noite prejudicou o gramado da Arena Castelão a ponto de a drenagem não conseguir dar conta do volume de água.

Por causa disso, o árbitro Leandro Pedro Vuaden fez repetidas checagens no campo e decidiu pelo adiamento da partida em 20 minutos, o duelo começou às 21h50 (horário de Brasília).

Mesmo com um a menos, Londrina vence o Botafogo-PB e vai decidir vaga em casa.

Tubarão perde Romulo, expulso aos 28 minutos do primeiro tempo, mas vai bem nos contra-ataques.

Com dois gols no segundo tempo, abre boa vantagem fora de casa e encaminha bem a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil.

O Londrina deu um passo muito importante rumo a classificação à quarta fase da Copa do Brasil.

Mesmo jogando fora de casa, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, o Tubarão venceu o Botafogo-PB por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (13) e agora pode até perder por um gol de diferença, em casa, que avança na competição nacional.

O detalhe é que o time paranaense jogou com um atleta a menos desde os 28 minutos do primeiro tempo, quando Romulo foi expulso.

Mas, letal nos contra-ataques, balançou as redes duas vezes na segunda etapa e matou o jogo.

Jogando em casa, o Botafogo-PB tomou a iniciativa.

Empurrado pela torcida, foi ao ataque.

Mas pouco produziu no primeiro tempo.

Marcos Aurélio, em cobrança de faltas, foi o homem mais perigoso contra o Londrina, que, por sua vez, quase não chegou lá na frente.

O clímax dos primeiros 45 minutos ficou por conta da expulsão de Romulo, do time paranaense.

O volante recebeu amarelo aos 8 minutos do primeiro tempo, por falta dura em Nando, depois aos 28 minutos do primeiro tempo por tentar retardar uma saída de jogo.

Foi expulso e poderia ter comprometido a atuação da sua equipe.

A expectativa para a segunda etapa era de um Botafogo-PB em cima do Londrina para se aproveitar da vantagem numérica que tinha desde pouco mais da metade do primeiro tempo.

Mas o Tubarão precisou de apenas dois minutos para, num contra-ataque, abrir o placar com Marcelinho, que bateu de esquerda, rasteiro, no canto de Saulo.

Aí o Belo precisou sair mais para o jogo.

O time visitante recuou e passou a investir bem nos contra-golpes.

Marcos Aurélio quase empatou, mandando um chutaço no travessão.

Clayton forçou Alan a fazer grande defesa.

Mas aí, aos 40 minutos do segundo tempo, em mais uma subida rápida à frente, Felipe ganhou a disputa com Lula e bateu para o gol.

A bola ainda tocou as duas traves de Saulo antes de morrer nas redes e fechar o placar em 2 a 0 para o Londrina.

O jogo da volta entre Londrina e Botafogo-PB está marcado para o dia 3 de abril, às 20h30 (horário de Brasília), no Estádio do Café, no Paraná.

Com a vitória por 2 a 0, o Tubarão pode perder até por um gol de diferença, que ainda assim avança para a quarta fase da Copa do Brasil.

Ao Belo resta vencer por pelo menos dois gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis ou por uma vantagem de três ou mais gols para se classificar direto.

Vale lembrar que não há o critério do gol marcado fora de casa como critério de desempate.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *