Coreia do Sul faz história e classifica para a final

Coreia do Sul passa pelo Equador e vai a final do Mundial Sub-20.

Único tento da partida surgiu em batida rápida de falta onde os Tigres Asiáticos pegaram a zaga equatoriana fora de posição.

Na outra semifinal do Mundial Sub-20, o Equador acabou eliminado da competição em jogo onde, mais atento e eficiente, a Coreia do Sul ganhou por 1 a 0.

Agora, enquanto Equador e Itália decidem o terceiro e quarto lugares, os sul-coreanos pegam na grande decisão a Ucrânia sendo ambos os confrontos no próximo sábado (15).

A equipe sul-coreana tinha um sistema de marcação mais agressivo na intermediária defensiva e ofensiva que, por muitas vezes, colocava em inferioridade numérica o time da América do Sul e fazia com que os asiáticos fossem bem mais presentes no ataque.

O lado onde a cobertura era de responsabilidade do lateral-direito equatoriano Jhon Espinoza era o mais explorado pela Coreia ao passo que os erros no momento de executar o cruzamento acabavam facilitando o trabalho de corte da defensiva da Tri.

Embora o volume de jogo fosse notoriamente maior por parte dos Tigres Asiáticos, quem acertou o primeiro chute de maior relevância foram os latinos com 23 minutos do primeiro tempo, quando, após cruzamento afastado pela zaga adversária, José Cifuentes soltou o pé e, com o desvio no marcador, ela passou muito perto da trave esquerda de Lee Gwang-Yeon.

A equipe sul-americana melhorou no confronto e chegou até a mandar uma bonita bola na trave quando Leonardo Campana dominou perto da grande área e bateu de esquerda para balançar o travessão do adversário.

Porém, a abertura da conta em Lublin veio quando Lee Kang-In cobrou falta rapidamente aos 39 minutos do primeiro tempo e, pegando toda a marcação desprevenida, Choi Jun teve liberdade para bater de pé direito no canto oposto de Moisés Ramírez.

Logo na volta do intervalo, a superioridade de posse de bola ainda era da equipe atrás no placar, porém em meio a uma partida que nem de longe tinha a mesma desenvoltura da etapa inicial.

Em saída pontuais, o time da Coreia do Sul tentava mostrar que não estava unicamente limitada a defesa, algo que conseguiu em cruzamento cortado “às pressas” pela defesa equatoriana bem como o chute de Oh-Se Hun de fora da área.

O confronto ficou em caráter bastante aberto com os dois lados do confronto tendo oportunidades onde os chutes de média distância pareciam uma boa alternativa com Sergio Quintero e Cho Young-Wook exigindo trabalho considerável de Lee e Ramírez.

Eom Wom-Sang, batendo de pé direito em tabela ofensiva após se infiltrar na grande área, chegou a aumentar a vantagem em gol que praticamente colocava os Tigres Asiáticos na decisão.

Porém, a arbitragem utilizou o VAR e assinalou o impedimento do camisa 11 asiático.

No último lance ofensivo da partida, o goleiro sul-coreano protagonizou a grande intervenção da partida defendendo cabeçada certeira de Campana e garantindo a classificação.

Reportagem: Futebolatino.lance.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *