COM AS DUAS MÃOS NA TAÇA

O Palmeiras conseguiu mais uma vitória jogando na Arena, desta vez sobre o Botafogo.

Assim, como nos últimos jogos, o Verdão venceu por 1 a 0, mas a partida foi disputada.

O Palmeiras dominou o primeiro tempo, mas não marcou.

Na segunda etapa o Botafogo voltou melhor, e teve chances de sair na frente.

Aos 17 minutos do segundo tempo, Dudu começou a jogada pelo lado direito e cruzou para Gabriel Jesus na grande área.

Que não conseguiu a conclusão, dominou e fez o cruzamento para Dudu cabecear, sem chances para o goleiro Sidão.

Palmeiras 1 a 0.

O time do Palmeiras fez uma grande partida, assim como o Botafogo.

Após, o gol o time carioca se perdeu em campo.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Botafogo recebe a Ponte Preta, no sábado (26), às 20 horas, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro.

No domingo (27), às 17 horas, o Palmeiras enfrenta a Chapecoense na arena, pela 37ª rodada.

Precisa apenas de um ponto, ou que o Santos não vença na rodada.

Final, Palmeiras-SP 1 Botafogo-RJ 0.

No Mineirão, Cruzeiro e Santos fizeram uma partida com 4 gols.

O Cruzeiro saiu na frente, aos 21 minutos do primeiro tempo, Arrascaeta disputou pelo alto com Zeca.

Noguera errou no corte, e o uruguaio Arrascaeta chutou rasteiro no canto direito do goleiro Vanderlei.

Cruzeiro 1 a 0.

O Santos chegou ao empate, no início do segundo tempo, aos 2 minutos.

Lucas Romero recuou errado e deu a bola nos pés de Ricardo Oliveira.

Livre de marcação, apenas desviou na saída do goleiro Rafael para empatar a partida.

Copete tabelou com Léo Cittadini e caiu na área após dividida com Lucas Romero.

O árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti.

Aos 16 minutos do segundo tempo, Ricardo Oliveira cobrou forte no canto do goleiro Rafael que foi para o outro lado.

Santos 2 a 1.

E aos 43 minutos do segundo tempo, após cobrança de falta de Bryan, Manoel, em posição de impedimento, subiu mais do que a zaga e desviou de cabeça no canto direito do goleiro Vanderlei.

Por dois segundos, a diferença entre Palmeiras e Santos caiu para dois pontos.

O segundo gol de Ricardo Oliveira foi às 18h16min10seg. O gol de Dudu em São Paulo foi às 18h16m12seg.

O gol do Ricardo Oliveira foi às 18h16min10seg.

Com os resultados finais, a vantagem palmeirense terminou em seis pontos.

No próximo domingo (27, o Santos enfrenta o Flamengo no Maracanã, às 17 horas, e o Cruzeiro encara o Internacional no Beira-Rio, no mesmo dia e horário.

Na última rodada, o Santos receberá o América-MG, enquanto o Cruzeiro pega o Corinthians em Belo Horizonte.

Final, Cruzeiro-MG 2 Santos-SP 2.

No Barradão, o Vitória venceu o Figueirense de goleada afastou um pouco do rebaixamento e colocou os catarinenses na Série B em 2017.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, depois da sobra na entrada da área, Willian Farias chutou forte e a bola explodiu no travessão antes de entrar.

Vitória 1 a 0.

Antes do primeiro minuto do segundo tempo, Zé Love pegou de primeira no canto do goleiro Gatito Fernández.

Vitória 2 a 0.

Aos 11 minutos do segundo tempo, Marinho tocou em Kieza que chutou cruzado no canto do goleiro Gatito.

Vitória 3 a 0.

Aos 15 minutos do segundo tempo, Zé Love começou a jogada tocou em Marinho que ajeitou e chutou colocado para fazer o quarto gol.

Na próxima rodada, o Vitória terá outra partida decisiva.

Desta vez encara o Coritiba, no Couto Pereira, na segunda-feira (28).

O Figueira, por sua vez, cumpre tabela diante do Fluminense, no próximo domingo (27), às 19h30.

O Figueirense está rebaixado à Série B.

Com 34 pontos ganhos, o Alvinegro catarinense só poderá chegar aos 40 pontos em caso de duas vitórias e derrotas dos rivais.

Como o Vitória chegou aos 42, o rebaixamento está decretado.

O Figueira não disputa uma Segundona desde 2013.

Final, Vitória-BA 4 Figueirense-SC 0.

Na Arena do Grêmio, o Tricolor Gaúcho com um time reserva venceu o América que já estava rebaixado, e tem as atenções voltadas para a final da Copa do Brasil.

Aos 10 minutos do primeiro tempo, Iago cobrou a falta e Fred completou para o gol.

Grêmio 1 a 0.

Aos 24 minutos do primeiro tempo, Wallace Oliveira fez o cruzamento o goleiro João Ricardo fez a defesa parcial.

Guilherme chutou para o gol e Negueba completou para o gol.

Grêmio 2 a 0.

Aos 19 minutos do segundo tempo, o sul-africano Sandows lançou Bolaños, que entrou livre e chutou colocado, na saída do goleiro João Ricardo.

Grêmio 3 a 0.

Na quarta-feira (23), o Grêmio começa a decisão na Copa do Brasil.

No Mineirão, a equipe de Renato Portaluppi enfrentará o Atlético-MG, às 21h45 (de Brasília).

Na próxima rodada do Brasileiro, enfrenta o Santa Cruz.

A partida está marcada para as 19h30 de domingo (27) no Estádio do Arruda, no Recife.

Já o América-MG joga no próximo sábado (26), contra o Sport.

O duelo será disputado às 20 horas no Independência.

Final, Grêmio-RS 3 América-MG 0.

Na Arena da Baixada, o Furacão mais uma vez fez o dever de casa e venceu o Sport por 2 a 0.

E o Atlético ficou dentro do G-6.

Já o Sport ainda perto do Z-4.

Aos 21 minutos do primeiro tempo, Nicolas tabelou e cruzou na área.

André Lima, com uma dose de sorte, cabeceou, o goleiro Magrão defendeu, mas a bola voltou de novo no atacante, que marcou.

Atlético-PR 1 a 0.

Uma confusão.

Após um bate-rebate, Pablo finalizou e Ronaldo cortou com o braço.

Na sequência da jogada, Pablo chutou de novo e Samuel Xavier tirou a bola em cima da linha.

O árbitro apitou o pênalti.

O assistente deu gol.

Mas, prevaleceu a marcação do árbitro.

Aos 34 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Thiago Heleno cobrou forte no meio do gol.

Para fazer 2 a 0.

O Atlético-PR volta a jogar no próximo sábado (26), às 21 horas (de Brasília) contra o Corinthians, em São Paulo.

O Sport entra em campo no mesmo dia, mas às 20 horas (de Brasília) contra o América-MG no
Estádio Independência.

Final, Atlético-PR 2 Sport-PE 0.

No Moisés Lucarelli, a Ponte venceu o Fluminense que esta a nove jogos sem vencer.

E a Ponte quebrou os quatro jogos sem um triunfo.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, Rhayner tocou para Wendel, que dominou tirando de Henrique e chutou de perna esquerda.

A bola foi fora do alcance do goleiro Júlio César.

Ponte 1 a 0.

Para marcar o Dia da Consciência Negra, o goleiro Aranha deu o pontapé inicial da partida.

O jogador foi vítima de injúria racial, em 2014, época em que defendia o Santos, em jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil.

Foi chamado de “macaco” por alguns torcedores do time gaúcho.

Você sabia? A Ponte Preta foi o primeiro clube do Brasil a ter um jogador negro em seu elenco, Miguel do Carmo.

Os dois times jogam fora de casa na próxima rodada.

No sábado (26), às 20 horas, a Ponte Preta desafia o Botafogo.

O Fluminense encara o Figueirense, domingo (27), às 19h30.

Final, Ponte Preta-SP 1 Fluminense-RJ 0.

Na Arena Condá, a Chape venceu o São Paulo e ainda poderá entrar no G-6.

Aos 39 minutos do primeiro tempo, depois que a Chape trocou passes, a bola chegou nos pés de Dener, do lado esquerdo.

Que chutou cruzado sem chances para o goleiro Dênis.

Chapecoense 1 a 0.

E aos 46 minutos do primeiro tempo, Tiaguinho dominou e chutou forte de fora da área no canto do goleiro Dênis.

Chapecoense 2 a 0.

Na próxima rodada, a Chapecoense encara o líder Palmeiras, no provável jogo do título, domingo (27), às 17 horas, na Arena, na capital paulista.

O São Paulo joga contra o Atlético-MG, no mesmo dia e horário, no Independência, em Minas Gerais.

Antes, na quarta-feira (23), a Chapecoense enfrenta o San Lorenzo pelas semifinais da Copa Sul-Americana, no jogo de volta.

Na primeira partida empate em 1 a 1.

Final, Chapecoense-SC 2 São Paulo-SP 0.

No Maracanã, o Flamengo abriu dois a zero no Coxa, mas os paranaenses empataram no final, e o time rubro-negro não tem mais chances de título, lutará apenas por uma vaga no G-3, para ir para a fase de grupos da Taça Libertadores da América em 2017.

Com 1 minuto do primeiro tempo, o Flamengo recuperou a bola no campo de ataque.

Diego abriu para Everton e chutar cruzado na segunda trave, e Gabriel acertou de primeira para marcar um belo gol.

Flamengo 1 a 0.

Aos 28 minutos do primeiro tempo, Márcio Araújo retomou a bola e tocou para Jorge.

Lançamento perfeito para Everton, que cruzou e Diego “chapou” a bola e marcou o segundo.

Flamengo 2 a 0.

Aos 42 minutos do primeiro tempo, cobrança de escanteio, a bola sobrou para Kazim, que chutou no travessão.

No rebote, Amaral colocou para dentro e diminui: 2 a 1 Flamengo.

Aos 42 minutos do segundo tempo, Kleber Gladiador se antecipou ao zagueiro Rafael Vaz, dominou bonito e colocou no cantinho do goleiro Alex Muralha.

A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Coritiba chegou ao empate, em 2 a 2.

Fora da briga pelo título, o Flamengo agora busca assegurar vaga no G-3 da Libertadores.

Em terceiro lugar na tabela, com 67 pontos, receberá o Santos, vice-líder, no próximo domingo (27), no Maracanã, às 17 horas.

O Coritiba, em décima quarta com 46 pontos, praticamente livre do rebaixamento, recebe o Vitória, na próxima segunda-feira (28), no Couto Pereira, às 20 horas.

Final, Flamengo-RJ 2 Coritiba-PR 2.

No Arruda, um belo jogo entre Santa Cruz que já estava rebaixado e o Atlético com pensamento na grande final da Copa do Brasil.

Com 6 gols e duas expulsões, com muitos erros das duas defesas.

Aos 5 minutos do primeiro tempo, cobrança de escanteio, a zaga do Santa Cruz afastou mal, Clayton chutou, o goleiro Tiago Cardoso deu rebote nos pés de Fred, que empurrou para o gol.

Atlético-MG 1 a 0.

O lateral esquerdo Leonam dividiu com Arthur, mas a bola bateu no braço.

O árbitro marcou pênalti para o Santa.

Aos 13 minutos do primeiro tempo, Grafite cobrou no canto direito do goleiro Giovanni que acertou o lado, mas a bola morreu no fundo das redes.

O Santa chegou ao empate.

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Keno recebeu pelo lado esquerdo e chutou colocado no ângulo esquerdo do goleiro Giovanni.

Virada do Santa por 2 a 1.

Aos 9 minutos do segundo tempo, Rafael Carioca fez grande lançamento para Clayton, que driblou o zagueiro e chutou rasteiro para empatar a partida, em 2 a 2.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Keno cruzou e Vítor passou nas costas da defesa e acertou um belo chute de primeira, entre as pernas do goleiro Giovanni.

Santa 3 a 2.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Fred lançou Hyuri, que tocou por cima, na saída do goleiro Tiago Cardoso.

O Galo chegou outra vez ao empate.

Cazares apelou com a falta de Jadson e revidou com um soco no jogador do Santa Cruz.

Jadson, por sua vez, empurrou o meia do Galo.

Resultado: os dois foram expulsos e mancharam um pouco o espetáculo no Arruda.

Na próxima rodada, o Atlético-MG enfrenta o São Paulo no domingo (27), às 17 horas, no Estádio Independência.

E o Santa joga contra o Grêmio, no mesmo dia só que às 19h30, no Estádio do Arruda.

Antes, o Galo faz o primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Grêmio, na quarta-feira (23), às 21h45, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Final, Santa Cruz-PE 3 Atlético-MG 3.

E nesta segunda-feira (21), completam a rodada de número 36, Corinthians e Internacional, às 20 horas, na Arena Itaquera, em São Paulo.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *