CHAPECOENSE E FLAMENGO VENCERAM NA ABERTURA DA RODADA

Começou a décimo sexto rodada do Campeonato Brasileiro.

Na tarde deste sábado (22), Vitória e Chapecoense se enfrentaram, no Barradão, e o time catarinense levou a melhor: 2 a 1.

Com o resultado, a Chape pulou para o nono lugar, com 21 pontos, enquanto o Leão, com 12, segue na décima nona posição.

Apesar de o Vitória ter iniciado o jogo pressionando mais, foi a Chapecoense quem abriu o placar no Barradão.

Aos 26 minutos do primeiro tempo, Geferson recuou para Caíque, que deixou a bola passar e acabou derrubando Seijas na área.

Na cobrança do pênalti, Reinaldo bateu com categoria e colocou o time catarinense na frente.

Depois do gol, a Chapecoense melhorou em campo e criou mais chances claras, enquanto o Leão não aproveitou as poucas finalizações que criou.

O Vitória retornou para o segundo tempo disposto ao empate.

Após boas chegadas, conseguiu deixar tudo igual de pênalti, aos 13 minutos do segundo tempo.

A bola tocou na mão de Douglas Grolli na área.

Na cobrança, Neilton deslocou Jandrei e fez: 1 a 1.

Sem dar tempo para o time da casa comemorar, a Chapecoense marcou o segundo aos 18 minutos do segundo tempo.

Lourency, que acabara de entrar, recebeu lançamento de Arthur, avançou livre e estufou as redes.

Para evitar a quarta derrota consecutiva, o Vitória correu em busca do resultado, mas viu a Chapecoense se fechar e segurar o triunfo até o apito final.

No Estádio Luso Brasileiro, o Flamengo recebeu o Coritiba e venceu por 2 a 1, com gols de Berrío e Éverton Ribeiro.

Com o resultado, o Rubro-Negro subiu para o terceiro lugar na tabela de classificação, com 28 pontos.

O Coxa, que acumulou a terceira derrota seguida, desceu para o décima quarto lugar, com 19 pontos.

Sem vencer há três rodadas, o Flamengo entrou em campo pressionando o Coritiba.

Logo aos 3 minutos do primeiro tempo, Trauco assustou ao levantar a bola na área, que tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo.

Aos 6 minutos do primeiro tempo, o Rubro-Negro abriu o placar.

Em contra-ataque rápido, Geuvânio passou para Éverton Ribeiro, que encontrou Berrío livre no meio.

O colombiano dominou e tocou na saída de Wilson: 1 a 0.

O Coxa, que vinha de duas derrotas, também precisava do bom resultado nesta noite.

Aos 12 minutos do segundo tempo, quase empatou com Rildo, cortado por Rafael Vaz.

Na sobra, Galdezani chutou de primeira, mas viu a bola explodir em Rômulo.

Antes de acabar o primeiro tempo, o Flamengo teve boas chances de ampliar nas finalizações de Guerrero, Éverton Ribeiro e Geuvânio.

Na volta do intervalo, o Coritiba foi rápido e deixou tudo igual no primeiro lance.

Tomas Bastos passou para Henrique Almeida, que entrou na área e tocou na saída do goleiro Thiago: 1 a 1.

Sem perder tempo, o Flamengo tentou o gol na sequência, quando Vaz desviou levantamento de Éverton Ribeiro e viu o goleiro Wilson fazer a defesa.

O Rubro-Negro seguiu criando boas chances, assim como o Coxa que voltou melhor para a etapa complementar.

Aos 44 minutos do segundo tempo, Vinicius Junior foi derrubado na área e, na cobrança, Éverton Ribeiro decretou a vitória do Flamengo por 2 a 1.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *