CHAPE E COXA AVANÇARAM

Na Arena Condá, Chapecoense e Independiente empataram mais uma vez em 0 a 0.

E a decisão foi para os pênaltis.

O grande herói da partida foi o goleiro Danilo da Chape com 4 defesas.

No segundo tempo, a torcida argentina fez a partida ficar paralisada por confusão.

A Chape foi até melhor que o Independiente, mas faltou tranquilidade nas finalizações.

A Chape marcou com Filipe Machado, Dener Assunção, Bruno Rangel, Matheus Biteco e Tiaguinho.

Mas, Thiego, Cléber Santana e Gil erraram para os catarinenses.

O Independente marcou com Diego Vera, Jorge Fidal, Víctor Cuesta e Toledo.

Martin Benitez, Rigoni, Sánchez Miño e Tagliafico perderam para os argentinos.

Final, Chapecoense-SC (Brasil) classificada 0 (5) Independiente (Argentina) eliminado 0 (4).

Na Argentina, o Coritiba virou o jogo e repetiu o resultado do Couto Pereira, levando a decisão para os pênalti.

E em uma grande atuação do goleiro Wilson que defendeu duas penalidades e marcou.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Bieler marcou de bicicleta para o Belgrano.

Belgrano 1 a 0.

Aos 42 minutos do primeiro tempo, Iago de cabeça empatou.

Aos 19 minutos do segundo tempo, Nery Bareiro marcou de cabeça.

Final, no tempo normal, Belgrano 1 Coritiba 2.

Para o Coxa marcaram Bernardo, Juan, César González e Wilson.

Leandro desperdiçou.

Matías Suárez, Bieler e Lema marcaram para o Belgrano.

Mas, Luna e Gastón Suárez perderam.

Final, Belgrano (Argentina) eliminado 1 (3) Coritiba-PR classificado 2 (4).

No Kleber Andrade, a segunda casa do Flamengo, nesta quarta-feira (28), não foi primordial.

A equipe carioca acabou sendo eliminada da Copa Sul-Americana.

O Palestino abriu dois a zero no primeiro tempo.

Aos 32 minutos, Valencia cobrou a falta na trave do goleiro Alex Muralha.

No rebote, Cereceda empurrou para o gol aberto do Flamengo.

Palestino 1 a 0.

Aos 46 minutos do primeiro tempo, falta cobrada por Chiquinho, o Palestino saiu em velocidade.

Valencia ajeitou e acertou um chute no cantinho do goleiro Alex Muralha.

Houve uma demora na caída do goleiro do Flamengo.

Palestino 2 a 0.

No segundo tempo, Valência empurrou Pará dentro da área, o árbitro marcou pênalti.

Alan Patrick cobrou no canto do goleiro González que chegou a tocar nela, mas não evitou o gol.

O Flamengo não conseguiu o gol que lhe daria a classificação.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo volta a campo no sábado (1), às 16 horas, para enfrentar o São Paulo no Morumbi.

Sem direito a torcida visitante, o Rubro-Negro, com 53 pontos, joga para seguir em busca da liderança.

O Palmeiras tem um ponto a mais e enfrenta o Santa Cruz no Arruda, no Recife, na próxima segunda-feira (3).

Na próxima fase, o Palestino vai enfrentar o vencedor de San Lorenzo (Argentina) e La Guaira (Venezuela).

Final, Flamengo-RJ (Brasil) eliminado 1 Palestino (Chile) classificado 2.

No Arruda, em noite iluminada de Grafite que marcou três vezes, mas não evitou a desclassificação do Santa.

O gol fora de casa dos colombianos foi critério de desempate.

Aos 13 minutos do primeiro tempo, João Paulo fez o cruzamento e Grafite marcou de cabeça.

Depois de três meses de jejum, o atacante voltou a balançar as redes.

Santa 1 a 0.

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Pisano fez o cruzamento e outra vez Grafite cabeceou para marcar.

Santa 2 a 0.

Aos 25 minutos do segundo tempo, Keno tocou em Grafite que tocou na saída do goleiro González para ampliar.

Santa 3 a 0.

Aos 31 minutos do segundo tempo, o goleiro Edson Kolln saiu muito mal, e jogador colombiano Ibargüen tocou de cabeça, e descontou.

Final, Santa Cruz-PE (Brasil) eliminado 3 Independiente de Medellín (Colômbia) classificado 1.

No Estádio Metropolitano de Barranquilla, o Junior conseguiu a classificação nos pênaltis contra o Montevideo Wanderers.

O time colombiano poderia ter sido eliminado, quando James Sánchez errou a cobrança.

O goleiro Mario Viera defendeu a penalidade cobrado por Manuel Castro.

Na cobrança seguinte para o Wanderers, Rodrigo Rivero mandou no travessão, e o atacante Roberto Ovelar converteu a penalidade que garantiu os colombianos nas quartas.

Final, Junior Barranquilla (Colômbia) classificado 0 (4) Montevideo Wanderers (Uruguai) eliminado 0 (3).

Na terça-feira (27), no Estádio Atanásio Girardot, o Atlético Nacional venceu o Sol de América por 2 a 0, com um jogador a menos.

Gols de Bocanegra (aos 12 minutos do segundo tempo) e Berrío (aos 37 minutos do segundo tempo).

Colombianos na briga por mais um título sul-americano. (Foto: Globoesporte.globo.com)
Final, Atlético Nacional de Medellín (Colômbia) classificado 2 Sol de América (Paraguai) eliminado 0.

A Conmebol ainda irá divulgar as datas e horários dos jogos da próxima fase.

No calendário inicial, a entidade reservou os dias 19 e 26 de outubro para a disputa das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Nesta quinta-feira (29), jogam:

Cerro Porteño (Paraguai) X Independiente Santa Fé (Colômbia), às 21h45, no Estádio La Olla Azulgrana, em Assunção. (Primeiro jogo o Santa Fé venceu por 2 a 0).

La Guaira (Venezuela) X San Lorenzo (Argentina), às 19h15, no Estádio Olímpico de La UCV, em Caracas.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *