Champions League: Roma e Barcelona empatam na estreia das equipes na Liga dos Campeões

Roma e Barcelona fizeram hoje no Estádio Olímpico, a primeira partida das duas equipes pelo grupo E na Liga dos Campeões da Europa. O jogo acabou em 1 a 1, deixando as duas equipes dividindo a segunda posição com um ponto cada. O líder é o Bayer Leverkusen que venceu o BATE Borisov por 4 a 1.

O jogo

A partida começou com ambas as equipes se estudando e o Barcelona com o seu tradicional toque de bola.

Aos 4 minutos, após vários toques de bola para lá e para cá, Messi levou perigo  depois de um chute forte no qual a bola passou rente ao travessão do goleiro Szczesny. Em seguida, a Roma tentou se impor principalmente com a velocidade do atacante Salah, porém, sem sucesso.

Em 15 minutos de jogo, a posse de bola, como de costume, era do Barcelona. Mas o aparentemente domínio não representava perigo ao gol do time romanista.

Seis minutos depois, o Barcelona abriu o placar. O croata Rakitic cruzou e Luis Suárez fez 1 a 0. Jogadores  e o técnico da Roma reclamaram com a arbitragem de uma suposta falta de Messi em Digne no lançamento para Rakitic.

Aos 23 minutos, outro lance que levantou polêmica na partida. Suárez tentou passar pelo goleiro Szczesny e caiu na área. O árbitro mandou o lance seguir, gerando reclamações do trio MSN (Messi, Suárez e Neymar).

O gol fez com que o Barça mantivesse o sistema Tiki-taka (sistema de jogo no futebol caracterizado por passes curtos e movimentação, trabalhando a bola por várias aéreas do campo, e mantendo a posse de bola).

Só algo imprevisível poderia mudar o rumo do jogo e isto aconteceu aos 30 minutos. De antes do meio de campo, Florenzi soltou uma bomba e surpreendeu o goleiro Ter Stegen, empatando a partida em 1 a 1. Um verdadeiro golaço, que deixou o goleiro Szczesny sem acreditar no que tinha visto. O gol animou a torcida da Roma.

Mesmo após ter sofrido o empate, o Barcelona continuou com seu toque de bola, mostrando que não se abateu com o gol tomado.

No final da primeira etapa, em um pequeno momento de pressão, a Roma quase virou o jogo. Após cruzamento, Nainggolan pegou a sobra e bateu de primeira. O goleiro do Barça caiu no canto esquerdo e fez uma bela defesa. E os primeiros 45 minutos terminou em igualdade.

A etapa final começou com o Barcelona no seu famoso toque de bola. Antes dos 2 minutos, a equipe visitante teve duas chances para voltar a frente do placar novamente. A primeira foi em um chute forte de Lionel Messi que foi interceptado pelo goleiro Szczesny. Em seguida, na pequena área, Suárez tentou fazer um gol de letra, porém, o goleiro polonês impediu o 2 a 1. No lance, ele se machucou e deu lugar a De Sanctis.

Aos 16 minutos do segundo tempo, o técnico Luís Enrique colocou o brasileiro Rafinha no lugar de Rakitic.

O primeiro cartão da partida saiu para o jogador da Roma, Nainggolan, após entrada forte em Rafinha. O brasileiro que havia acabado de entrar, teve que ser substituído pelo argentino Mascherano.

O jogo permaneceu morno até os 32 minutos, quando Messi chutou a bola no travessão, assustando De Sanctis.  Um minuto depois, Iniesta entrou na pequena área da Roma e chutou, mas houve a intervenção do goleiro romanista.

Quase no final do jogo, o treinador Rudi Garcia fez duas substituições. Falque e o autor do gol Florenzi deram lugar a Iturbe e Torosidis, respectivamente.

Nos acréscimos, o Barcelona quase fez o gol da vitória. Após lançamento de Messi, Jordi Alba tirou do goleiro De Sanctis, porém, Manolas salvou quase em cima da linha.

O jogo terminou empatado em 1 a 1. Com o empate, a Roma não sabe o que é perder para o Barcelona na Liga dos Campeões. São quatro jogos, com três empates e uma vitória romanista.

Escalações

Roma – Szczesny (De Sanctis), Florenzi (Torosidis), Manolas, Rüdiger, Digne, De Rossi, Nainggolan, Keita, Dzeko, Falque (Iturbe) e Salah. Técnico: Rudi Garcia.

Barcelona – Ter Stegen, Sergi Roberto, Piqué, Mathieu, Alba, Busquets, Rakitic (Rafinha) Mascherano, Iniesta, Messi, Neymar e Luis Suárez. Técnico: Luís Enrique.

 

 

 

,

About José Rodolfo Pereira

View all posts by José Rodolfo Pereira →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *