Brasília perde e dá adeus a Copa Verde

Na noite desta quinta-feira (3), Vila Nova-GO e Brasília jogaram a partida de volta pela Copa Verde.

Após o empate em 1 a 1, no primeiro jogo, Tigrão e Colorado voltaram a se enfrentar.

O goleiro Arthur do Brasília fez pelo menos duas defensas espetaculares.

Num jogo de baixo nível técnico.

Após o fim do primeiro tempo, a torcida do Vila se manifestou com vaias.

No segundo tempo, o Brasília precisando vencer para avançar, tentou o gol.

Mas, quem saiu na frente foi o Vila.

Aos 26 minutos, Victor Bolt começou a jogada, lançou Frontini que aproveitou a falha da defesa do Brasília. Bateu de primeira, a meia altura, não dando chances ao goleiro Arthur.

Vila 1 a 0.

Vencedor do Prêmio Puskás com o gol mais bonito do mundo em 2015, Wendell Lira ainda busca sua reafirmação.

Contra o Brasília, esteve em campo por 14 minutos.

A maior participação foi a cobrança de uma falta na área, sem muito perigo.

Com a vitória frente o Brasília, o Vila Nova completou nove jogos de invencibilidade.

A última derrota há mais de um mês, no clássico contra o Goiás (2 a 0 na primeira rodada do Goianão).

De lá para cá, o Tigre jogou pelo Estadual e pela Copa Verde, conseguindo cinco empates e nove vitórias.

Além disso, a defesa não é vazada há quatro partidas.

O Vila e Brasília voltam seus olhares para os campeonatos estaduais.

Pela Copa Verde o Vila enfrentará o Luverdense-MT, primeiro jogo na quinta-feira (10), em Goiânia, e a volta é dia 17 de março, no Estádio Passo das Emas, Lucas do Rio Verde.

Brasília joga contra o Ceilândia, no Mané Garrincha, pelo Campeonato Brasiliense.

Já o Vila Nova jogará contra o CRAC, pelo Goiano.

Todos os dois jogos serão no domingo (6).

Final, Vila Nova-GO 1 Brasília-DF 0.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *