BRASILEIROS EM AÇÃO NA LIBERTADORES E NA COPA SUL-AMERICANA

Foi realizado na noite desta quarta-feira (14), o sorteio da Copa Sul-Americana e da Taça Libertadores da América, na sede da Conmebol em Luque no Paraguai.

São 12 times brasileiros que estarão em campo no continente sul-americano.

Começando com os confrontos da Copa Sul-Americana que tem a disputa da Segunda Fase, com 32 times, num sistema eliminatório.

Independiente Medellín (Colômbia) X Racing (Argentina) – O1

Junior Barranquilla (Colômbia) X Deportivo Cali (Colômbia) – O2

Flamengo-RJ (Brasil) X Palestino (Chile) – O3

Estudiantes (Argentina) X Nacional de Potosí (Bolívia) – O4

Deportes Iquique (Chile) X Independiente (Argentina) – O5

LDU de Quito (Equador) X Bolivar (Bolívia) – O6

Sol de América (Paraguai) X Ponte Preta-SP (Brasil) – O7

Independente Santa Fé (Colômbia) X Fuerza Amarilla (Equador) – O8

Libertad (Paraguai) X Huracán (Argentina) – O9

Arsenal de Sarandí (Argentina) X Sport-PE (Brasil) – O10

Universidad Católica (Equador) X Fluminense-RJ (Brasil) – O11

Atlético Tucumán (Brasil) X Oriente Petrolero (Bolívia) – O12

Olímpia (Paraguai) X Nacional (Paraguai) – O13

Chapecoense-SC (Brasil) X Defensa y Justicia (Argentina) – O14

Boston River (Uruguai) X Cerro Porteño (Paraguai) – O15

Corinthians-SP (Brasil) X Patriotas (Colômbia) – O16

Independiente Medellín (Colômbia), Junior Barranquilla (Colômbia), Flamengo-RJ (Brasil), Estudiantes (Argentina), Deportes Iquique (Chile), Deportes Iquique (Chile), LDU de Quito (Equador), Sol de América (Paraguai), Independente Santa Fé (Colômbia), Libertad (Paraguai), Arsenal de Sarandí (Argentina), Universidad Católica (Equador), Atlético Tucumán (Brasil), Olímpia (Paraguai), Chapecoense-SC (Brasil), Boston River (Uruguai) e Corinthians-SP (Brasil) ecidem a vaga em casa.

Na próxima fase (oitavas de final), os confrontos ficaram assim definidos:

O1 X O16 – Q1

O2 X O15 – Q2

O3 X O14 – Q3

O4 X O13 – Q4

O5 X O12 – Q5

O6 X O11 – Q6

O7 X O10 – Q7

O8 X O9 – Q8

As partidas serão nos dias 4, 5 e 6 de julho (com jogos de ida) e 8, 9 e 10 de agosto (jogos de volta).

Nas quartas de final, os confrontos serão:

Q1 X Q8 – A

Q2 X Q7 – B

Q3 X Q6 – C

Q4 X Q5 – D

Nas semifinais, os confrontos serão:

A X D

B X C

E a final, com jogos dias 6 e 13 de dezembro de 2017.

Na Taça Libertadores da América ficou assim, os conforntos:

River Plate (Argentina) X Guaraní (Paraguai) – A

Santos-SP (Brasil) X Atlético-PR (Brasil) – B

Botafogo-RJ (Brasil) X Nacional (Uruguai) – C

San Lorenzo (Argentina) X Emelec (Equador) – D

Lanús (Argentina) X The Strongest (Bolívia) – E

Grêmio-RS (Brasil) X Godoy Cruz (Argentina) – F

Palmeiras-SP (Brasil) X Barcelona de Guayaquil (Barcelona) – G

Atlético-MG (Brasil) X Jorge Wilstermann (Bolívia) – H

Os times do River Plate (Argentina), Santos-SP (Brasil), Botafogo-RJ (Brasil), San Lorenzo (Argentina), Lanús (Argentina), Grêmio-RS (Brasil), Palmeiras-SP (Brasil) e Grêmio-RS (Brasil) decidem a vaga em casa.

Nas quartas de final, os confrontos são:

Jogo A: (Guaraní (Paraguai) X River Plate (Argentina)) X (Jorge Wilstermann (Bolívia) X Atlético-MG (Brasil)

Jogo B: (The Strongest (Bolívia) X Lanús (Argentina)) X (Emelec (Equador) X San Lorenzo (Argentina))
Jogo C: (Atlético-PR (Brasil) X Santos-SP (Brasil)) X (Barcelona de Guayaquil (Equador) X Palmeiras-SP (Brasil))

Jogo D: (Nacional (Uruguai) X Botafogo-RJ (Brasil)) X (Grêmio-RS (Brasil) X Godoy Cruz (Argentina))

Semifinal

Vencedor do Jogo A x Vencedor do jogo B

Vencedor do Jogo C x Vencedor do jogo D

O sorteio foi usado pela primeira vez pela Conmebol.

Antes, a entidade definia os confrontos com base na campanha da fase de grupos.

O melhor primeiro colocado enfrentava o pior segundo, e assim por diante.

Nesta edição, o desempenho decidirá apenas a ordem das partidas.

Dono da melhor campanha, o Atlético-MG mandará o segundo jogo até uma possível final.

Terceiro melhor, o Grêmio só não decidirá em Porto Alegre em uma hipotética decisão e caso enfrente o Galo ou o Lanús.

Equipes do mesmo país poderão se enfrentar na decisão.

É bom lembrar que a final não considera o gol marcado fora de casa como um critério de desempate.

Equipes do mesmo país poderão se enfrentar em qualquer fase do torneio.

É bom lembrar que a final não considera o gol marcado fora de casa como um critério de desempate.

Os 16 times classificados poderão fazer até três substituições entre os 30 jogadores inscritos na Taça Libertadores da América na fase de grupos.

Depois, os clubes poderão fazer outras três alterações na semifinal.

O Brasil busca reconquistar o título após quatro anos.

A última taça da Libertadores erguida por uma equipe brasileira foi em 2013, pelo Atlético-MG.

O futebol brasileiro também tenta não ficar fora da final pelo quarto ano seguido.

O último representante na final foi justamente o Galo.

O Brasil não fica tantas vezes fora de uma decisão desde o período entre 1985 e 1991.

E os jogos das finais serão dias 22 e 29 de novembro de 2017.

Reportagem: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro