BRASIL FICOU NO EMPATE

Tal como na estreia contra o Equador, o Brasil foi beneficiado com a expulsão precoce de um adversário. Se contarmos os acréscimos, foram mais de 60 minutos com um jogador a mais Vargas foi expulso aos 33 de jogo.

Mesmo assim, a seleção sub-20 não conseguiu levar a melhor diante da retranca chilena e ficou no empate sem gols com o rival, em duelo pela segunda rodada do Grupo A do Sul-Americano Sub-20, nesta sexta-feira (20).

Apesar da sensação de que poderia ter aproveitado melhor a vantagem numérica, o resultado mantém o time de Micale na liderança do Grupo A.

Com uma vitória e um empate em dois jogos, o Brasil lidera o Grupo A com quatro pontos um à frente do Equador, que venceu a Colômbia nesta sexta.

Chile, Paraguai e a seleção cafetera dividem a terceira posição com um ponto.

Agora, na próxima rodada, a seleção de Micale vai a Ambato encarar os paraguaios e, em caso de vitória, pode até assegurar uma das três vagas da chave ao hexagonal final de forma antecipada.

Em um jogo cheio de reviravoltas e nove gols, o Equador venceu a primeira no Sul-Americano Sub-20.

Após ver a seleção colombiana abrir 2 a 0, os anfitriões conseguiram a virada nos acréscimos: 4 a 3 animado na noite desta sexta-feira (20), em Riobamba, pela segunda rodada do Grupo A.

Com o resultado, o Brasil de Micale se manteve na liderança da chave posto que seria perdido em caso de vitória colombiana.

O Equador, que perdeu para o Brasil na estreia, aparece logo atrás na tabela, com três pontos.

Colômbia, Chile e Paraguai dividem a terceira posição, com a diferença que os dois últimos têm um jogo a menos que os colombianos.

Apenas os três primeiros avançam ao hexagonal final.

O jogo já começou animado.

Logo aos sete, Ceter Valencia deu um chute de 87km/h para vencer o goleiro adversário.

Aos 38, Ceballos voltou a encarar Ceter Valencia para travar o chute do atacante colombiano, mas Obregón ficou com o gol livre para mandar para o fundo das redes.

Só que o Equador buscou um gol no fim do primeiro tempo e diminuiu o prejuízo com Estupiñán.

Mas daria para ficar ainda mais animado na etapa final.

Aos seis do segundo tempo, o Equador buscou o empate com Quintero após nova falha da defesa colombiana.

Quatro minutos depois saiu a virada.

Cabezas, de pênalti, venceu Arias para colocar os anfitriões em vantagem.

A Colômbia ainda buscou a reação com Valencia, aproveitando cruzamento da esquerda, mas o Equador voltou a pressionar em busca da vitória e foi premiado com um gol de Caicedo nos acréscimos.

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *