BOTAFOGO, CORITIBA E SÃO PAULO VENCERAM NA QUARTA RODADA

O Grupo E do Brasileiro Sub-20 embolou de vez após o encerramento da quarta rodada da Segunda Fase.

Em Curitiba, o Coxa levou a melhor para cima do Atlético-PR, venceu o clássico por 1 a 0 e, com melhor saldo de gols, tomou a liderança do Furacão.

Quem também chegou a sete pontos e ultrapassou o rubro-negro paranaense foi o Botafogo, que superou o Grêmio por 1 a 0 em Eldorado do Sul-RS.

Pelo Grupo F, Cruzeiro e Fluminense ficaram no 1 a 1 em Nova Serrana.

No Hélio Dourado, o Botafogo bateu o Grêmio por 1 a 0.

O gol da vitória alvinegra saiu ainda no primeiro tempo.

Victor Lindeberg balançou as redes e colocou o time carioca na vice-liderança do Grupo E com os mesmos sete pontos do líder Coritiba e do terceiro colocado Atlético-PR.

No Janguito Malucelli, o clássico Atle-Tiba foi definido por Mosquito.

O artilheiro do Coxa marcou o único gol da partida.

Ainda na etapa inicial, o atacante deixou sua marca e colocou o Coritiba na frente.

O Furacão tentou pressionar em busca do empate, mas esbarrou na grande atuação do goleiro Arthur.

Na Arena dos Calçados, as redes balançaram apenas nos 45 minutos iniciais.

Aos 38 minutos do primeiro tempo, o Fluminense inaugurou o marcador com gol contra.

Antes do intervalo, o Cruzeiro reagiu e deixou tudo igual, aos 43 minutos do primeiro tempo

Com o empate, a Raposa chega a oito pontos.

Com cinco, o Fluminense é o terceiro colocado.

O São Paulo é o novo líder do Grupo F do Brasileiro Sub-20.

Nesta quarta-feira (6), pela quarta rodada da Segunda Fase, o Tricolor bateu a Chapecoense por 2 a 0 em Chapecó e, com nove pontos, ultrapassou o Cruzeiro, que empatou com o Fluminense e soma oito pontos.

Ainda sem pontuar na atual fase, a Chapecoense segue na lanterna e não tem mais chances de classificação.

Os gols da vitória paulista saíram dos pés de Igor e Caíque.

Na Arena Condá, o São Paulo não demorou muito para abrir o placar.

Logo aos 5 minutos do primeiro tempo, o Tricolor pressionou a saída de bola da Chapecoense e fez 1 a 0 em chute cruzado de Igor.

Antes do intervalo, Caíque teve duas chances para ampliar a vantagem paulista, mas acabou desperdiçando.

Na primeira, aos 11 minutos do primeiro tempo, o atacante cabeceou na trave.

Aos 26 minutos do primeiro tempo, desperdiçou oportunidade cara a cara com o goleiro.

Na etapa final, o camisa 11 não perdoou e balançou as redes aos 4 minutos do segundo tempo, fechando o marcador em 2 a 0.

Reportagem: CBF.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *