BOLIVAR E INDEPENDIENTE VENCERAM NA COPA SUL-AMERICANA

O Bolívar saiu na frente da LDU na briga por uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na noite desta quarta-feira (12), a equipe boliviana venceu por 1 a 0 jogando no Estádio Hernando Siles, em La Paz, o jogo de ida da segunda fase.

O único gol da partida foi marcado pelo ex-corintiano Juan Arce, aos 8 minutos do segundo tempo.

O atacante cobrou uma falta pela lateral do campo direto para o gol, mas Barcos, na tentativa de afastar, acabou desviando de cabeça contra o próprio gol e tirou o goleiro Lazareno do lance.

Ainda assim, o gol foi dado ao jogador do Bolívar.

A segunda partida está marcada para o dia 2 de agosto, às 19h15 (horário de Brasília), no Estádio Casa Blanca, em Quito.

A equipe que se classificar enfrenta o vencedor do confronto entre Fluminense e Universidad de Quito no primeiro jogo, 4 a 0 para o Tricolor Carioca.

Com um primeiro tempo impecável, o Independiente dominou o Deportes Iquique na noite desta quarta-feira (12) e chegou a abrir quatro gols de vantagem no placar fora o baile.

Mas a equipe chilena, valente, reagiu na segunda etapa, marcou duas vezes e reduziu o que era goleada para uma derrota por 4 a 2 no Estádio Libertadores da América, em Buenos Aires, no primeiro jogo da segunda fase da Sul-Americana.

A segunda partida está marcada para o dia 2 de agosto, às 21h45 (horário de Brasília), no Estádio Zorros del Desierto, no Chile.

A equipe que se classificar enfrenta o vencedor do confronto entre Oriente Petrolero e Tucumán no primeiro jogo, 3 a 2 para os argentinos fora de casa.

Todos os gols do Independiente foram marcados no primeiro tempo.

Franco abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo, e Barco ampliou aos 35 minutos do primeiro tempo.

Fernández e Domínguez, aos 41 minutos do primeiro tempo minutos do primeiro tempo e 45 minutos do primeiro tempo, respectivamente, fecharam o passeio dos donos da casa na primeira etapa.

Na segunda, no entanto, a reação dos visitantes começou aos 31 minutos do segundo tempo, quando Bielkiewicz diminuiu de pênalti.

E Espinoza, aos 47 minutos do segundo tempo, fez mais um para o Iquique e manteve a equipe viva.

Uma vitória por 2 a 0 na volta é o suficiente para passar de fase.

Algoz do Cruzeiro na Copa Sul-Americana, o Nacional-PAR recebeu o Olímpia no Defensores del Chaco em clássico paraguaio pela segunda fase da competição, segurou o gigante do país e empatou por 1 a 1 no jogo de ida.

O Alvinegro está no torneio como um dos dois melhores times eliminados das primeiras fases da Libertadores.

O Olímpia caiu na terceira fase da principal competição sul-americana após duelo com o Botafogo.

O Tricolor, finalista da Libertadores em 2014, saiu na frente com gol de Bareiro, ex-jogador do Decano.

Aos 15 minutos do primeiro tempo, ele aproveitou sobra na pequena área após cobrança de escanteio e empurrou para as redes.

Entretanto, pouco depois, Walter González garantiu o placar final.

Após boa jogada pela direita, ele puxou para a perna esquerda e estufou as redes: 1 a 1.

O segundo confronto será no dia 2 de agosto.

Um novo empate por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Uma igualdade por 0 a 0 dá a vaga ao Olímpia, visitante no primeiro jogo.

Um empate com dois gols ou mais dá a classificação ao Nacional (Paraguai).

Quem avançar encara Nacional Potosí ou Estudiantes, que se enfrentam pela primeira vez nesta quinta-feira (13).

Reportagem: Globoesporte.globo.com

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *