Baú do Esquema: Gabriel Batistuta

GabrielOmarBatistutaSexta é dia de contar um pouco da história de grandes astros do passado. Hoje, contaremos um pouco da história de Gabriel Batistuta, maior artilheiro da Seleção Argentina de todos os tempos, com 56 gols em 78 partidas.

Batistuta começou sua carreira no Newel´s Old Boys, sendo lançado no time principal em 1988. Chegou ao River Plate em 1989, e no ano seguinte já estava no grande rival, Boca Júniors. Aliás, ele é um dos pouquíssimos que passaram pelos dois maiores da Argentina.

Seu sucesso veio mesmo jogando na Itália. Pela Fiorentina marcou época. Foram 202 gols e grandes parcerias no ataque. Uma delas com o Animal Edmundo. Pela Viola, inclusive, Batigol chegou a cair e disputar a segunda divisão da terra da bota.

Em 2000, assinou com a inexpressiva Roma, que apesar de pequena tinha um baita time com Cafu, Emerson, Aldair, Delvecchio, Montella e Francesco Totti. Logo na primeira temporada, foram 20 gols e o título da Série A, algo que não acontecia desde a temporada 1982/83.

No fim de sua carreira, Batistuta chegou a substituir Ronaldo na Internazionale, finalmente chegando a um time grande da Itália. Sem muito destaque, o centroavante foi tentar a sorte no Catar, assim como Romário em 2003. Aposentou-se por lá, em 2005, após não conseguir acerto para retornar ao Boca Juniors.

Abaixo, alguns gols para matar a saudade:

https://www.youtube.com/watch?v=AO26JMeKey0

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *