Baú do Esquema: Dennis Bergkamp

Dennis-BergkampDe volta com o Baú do Esquema após uma semana, falaremos sobre um dos grandes jogadores da Holanda: Dennis Bergkamp. O atacante, que era dono de técnica elevadíssima está no TOP 100 da FIFA como um dos maiores jogadores de todos os tempos. Bergkamp também é conhecido como “Iceman” por não demonstrar grandes emoções ao comemorar gols.

Mesmo sendo frio, o craque ficou famoso por seu medo de viajar de avião, algo que é totalmente incompatível com a profissão que escolheu. O medo era tanto, que ele deixou de jogar em várias partidas fora de casa pela Liga dos Campeões.

Um lance ficou eternizado. Um drible desconcertante, pouquíssimo provável, coisa de gênio, que rendeu até mesmo uma matéria especial como vocês podem conferir abaixo:

Foram muitos gols em apenas três times, fato raro de acontecer nos dias de hoje. Bergkamp foi lançado ao futebol profissional pelo Ajar, em 1986 e lá ficou até 1993, anotando 122 gols pelo time holandês.

De lá foi transferido para a Internazionale de Milão, onde marcou 22 tentos em duas temporadas. Mas foi no Arsenal, a partir de 1995 que o Mundo se rendeu ao talento do atacante. Balançou as redes 120 vezes com a camisa dos Gunners. Mas não eram simples gols. Bergkamp tinha um talento especial para fazer golaços, pinturas. Uma espécie de Dodô dos países baixos. Essa última parte foi brincadeira, mas dá uma olhada em alguns momentos da carreira desse sujeito:

É óbvio que um talento dessa magnitude também fez sucesso pela Seleção de seu país. Pela Holanda foram 79 convocações e 37 gols marcados, o que o credencia até hoje como segundo maior goleador da Laranja Mecânica. Apenas Patrick Kluivert está a sua frente, com três tentos a mais.

E aí, o que acharam? Quem vocês querem ver no Baú da próxima sexta?

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *