LUVERDENSE NA FINAL

Paysandu e Luverdense!

Este será o confronto da final da Copa Verde 2017.

Nesta quinta-feira (20), o Verdão do Norte derrotou o Rondoniense por 3 a 1, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT), e sacramentou seu lugar na decisão.

O Papão carimbou a vaga na última terça-feira (18), ao eliminar o Santos-AP.

Os jogos da grande final serão dias 03 e 17 de maio.

É a primeira vez que o Luverdense chega à finalíssima e terá a chance de conquistar um inédito título a nível nacional.

Atual campeão da competição, o Paysandu vai em busca do segundo título consecutivo.

Apesar de entrar em campo com a vantagem da vitória por 2 a 1 no jogo de ida, o Luverdense partiu para cima desde o início da partida.

Logo aos três minutos, Douglas Baggio avançou pela direita, chutou com perigo e obrigou o goleiro Biro a fazer boa defesa.

Com o time da casa dominando as ações, o Rondoniense teve dificuldades para avançar ao ataque, mas chegou perto aos 17 minutos.

Careca recebeu na área, girou e bateu firme para defesa de Diego Silva.

Na sequência, a equipe visitante quase marcou após cobrança de falta de Pither, que passou muito perto da meta do Luverdense.

Na volta do intervalo, o Luverdense veio com ainda mais pressão e chegou à vitória por 3 a 1.

Após ótimas chances com Paulinho, Marcos Aurélio, Macena, Douglas Baggio e Ricardo, o Verdão do Norte marcou o primeiro gol aos 17 minutos.

De fora da área, Rafael Silva mandou belo chute direto no ângulo do Rondoniense: golaço!

Dominando cada vez mais a partida, o time ampliou aos 26 minutos, com Erik.

Logo após entrar em campo, em seu primeiro toque na bola, o atacante recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e chutou cruzado, sem chances para Biro.

Para fechar, Rafael Silva marcou mais um, aos 42 minutos.

Destaque da partida, o camisa 11 recebeu cruzamento na medida de Erik e fez: 3 a 0.

Nos acréscimos, o Rondoniense teve direito ao gol de honra, marcado por Fernandinho.

Reportagem: Cbf.com.br

Adaptação: Eduardo Oliveira

Revisão de Texto: Ana Cristina Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confirme que você não é um robô. *